O presidente chinês, Hu Jintao, defendeu nesta terça-feira a redução das emissões de dióxido de carbono da China em relação a seus níveis de 2005 em uma medida importante até 2020.

Mas Hu também expressou ante a Assembleia Geral da Nações Unidas que os cortes deverão ser medidos em relação ao Produto Interno Bruto (PIB), em linha com as preocupações chinesas quanto a seu rápido crescimento econômico.

"Nós nos esforçaremos por reduzir as emissões de dióxido de carbono em proporção com o Produto Interno Bruto em uma medida importante até 2020, com relação aos níveis de 2005", afirmou Hu na cúpula especial sobre mudança climática na ONU.

sct/cn

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.