Presidente hondurenho pode ter sido levado para a Costa Rica, diz TV

Caracas, 28 jun (EFE).- O presidente de Honduras, Manuel Zelaya, pode ter sido tirado do país pelos militares e levado para a Costa Rica, informou indicou hoje a rede de TV multiestatal Telesur, com sede na Venezuela.

EFE |

Uma correspondente da emissora em Tegucigalpa, a capital hondurenha, afirmou que Zelaya foi levado pelos militares para a sede da Força Aérea nacional e, de lá, levado para fora do país, supostamente para a Costa Rica.

Outras fontes, segundo o canal, apontam a Guatemala como provável destino de Zelaya.

O presidente venezuelano, Hugo Chávez, condenou hoje o "golpe de Estado troglodita" contra seu colega de Honduras, e afirmou que "chegou a hora do povo" e dos movimentos sociais desse país.

Chávez também pediu ao presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, "que se pronuncie", já que, disse, "o império tem muito a ver" com o que acontece em Honduras.

Segundo o venezuelano, os países da região agrupados na Aliança Bolivariana das Américas (Alba), à qual pertence Honduras, "farão tudo o que estiver ao seu alcance para restituir" o Governo constitucional do país centro-americano.

"Estamos diante de um golpe troglodita contra um povo, contra um presidente que está propondo uma consulta" que, além de tudo, "não é vinculativa (de cumprimento obrigatório)", declarou Chávez numa entrevista à "Telesur", retransmitida simultaneamente pela estatal venezuelana "VTV". EFE eb/sc

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG