Presidente eleito no Paraguai anuncia que estabelecerá relações com a China

O presidente eleito no Paraguai, Fernando Lugo, anunciou nesta terça-feira que estabelecerá relações diplomáticas com a China quando assumir o cargo em 15 de agosto.

AFP |

"Vamos nos relacionar com a China. Na realidade já existe isto devido ao intenso intercâmbio popular", disse Lugo durante coletiva à imprensa.

"Temos boas perspectivas com a China. Não vamos ficar para trás. É fato que existe uma relação comercial, vamos apenas formalizar o que já existe", insistiu.

Lugo destacou que o Paraguai é o único país da América Latina que não mantém relações com a China. "Até Taiwan tem relações com a China, porque nós não?", se perguntou.

"Esta é uma decisão soberana, independente. A partir de agora, o Paraguai buscará ter relações com todos os países do mundo", ressaltou.

Caso oficialize a decisão, o Paraguai terá que romper relações com Taiwan, um requisito fundamental imposto pela China.

O Paraguai mantém relações com Taiwan desde 1957 devido à política "anticomunista" imposta pelo ditador Alfredo Stroessner (1954/89).

A oposição paraguaia denunciou publicamente na última campanha a recepção de uma doação de dois milhões de dólares da China destinada à política habitacional do presidente Nicanor Duarte, mas que na realidade pode ter sido enviada para financiar a campanha do Partido Colorado, que representa o governo atual.

hro/cl/sd

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG