merecem perdão em Honduras - Mundo - iG" /

Presidente eleito diz que todos merecem perdão em Honduras

O presidente eleito de Honduras, Porfirio Lobo, disse que é necessário perdão para todos no país quando for solucionada a crise política gerada pelo golpe de Estado que derrubou Manuel Zelaya, no dia 28 de junho do ano passado.

EFE |

"Tem que haver perdão para todos. Eu não quero que tenhamos que castigar ninguém aqui por suas posições políticas ou pela posição ideológica", ressaltou Lobo depois de retornar da República Dominicana, onde anunciou que, quando assumir o poder, assinará um salvo-conduto para Zelaya .

Esse benefício permitirá que Zelaya, sua família e outras pessoas muito próximas a ele possam viajar para a República Dominicana a partir do dia da posse de Lobo, no próximo dia 27.

O acordo para o salvo-conduto a Zelaya foi assinado por Lobo com o presidente da República Dominicana, Leonel Fernández, a quem o governante eleito agradeceu pela vontade de contribuir para solução da crise política hondurenha.

"Devemos aprender que, muito acima das diferenças ideológicas, das opiniões particulares, está um interesse, comum a todos, de fazer o melhor pelo povo hondurenho", enfatizou Lobo.

"É certo que um ex-presidente (Zelaya) siga fechado em uma embaixada (do Brasil)? Será correto para ele, para a imagem de Honduras, será correto entre a comunidade internacional?", se perguntou Lobo.

Acrescentou que Zelaya, que permanece na embaixada brasileira em Tegucigalpa desde o 21 de setembro passado, deve ter direito de ir e vir, e afirmou: "Se no futuro a Justiça pedir, tenho certeza de que ele vai se apresentar perante as leis".

Leia mais sobre Honduras

    Leia tudo sobre: honduras

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG