Presidente eleito de Honduras está disposto a se reunir com Zelaya

O presidente eleito de Honduras, Porfirio Lobo, disse nesta segunda-feira que está disposto a dialogar com o deposto presidente Manuel Zelaya sob certas condições.

AFP |

"Eu não tenho nenhum problema em dialogar (...). O que existe da minha parte é a vontade absoluta de dialogar", disse Lobo à estação local de rádio América.

Lobo disse estar disposto a falar com Zelaya na embaixada do Brasil "sob certas condições".

"O que falta é que as atuais autoridades ajudem e facilitem para que, dentro do que é possível, se facilite a saída de Manuel 'Mel' Zelaya para poder dialogar com ele", acrescentou.

O presidente eleito, que assumirá o poder em 27 de janeiro, defendeu a redução dos níveis de confronto, responsáveis pela crise política após o golpe de Estado de 28 de junho que derrubou e expulsou Zelaya para a Costa Rica.

Zelaya está na embaixada do Brasil desde 21 de setembro, quando voltou clandestinamente a Honduras.

Quarta-feira passada, Zelaya inviabilizou uma viagem para o México, quando o governo de fato de Roberto Micheletti exigiu que renunciasse à presidência de Honduras e pedisse asilo em troca de um salvo-conduto para poder viajar.

Micheletti pretende que a chegada ao poder de Lobo, vencedor das eleições de 29 de novembro, ponha fim à crise política.

nl/af/lm

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG