Presidente eleito da Ucrânia pede renúncia de premiê

Kiev, 10 fev (EFE).- O vencedor das eleições presidenciais ucranianas, Viktor Yanukovich, pediu hoje à primeira-ministra Yulia Timoshenko que renuncie ao cargo e se conforme em fazer oposição.

EFE |

"Dirijo-me oficialmente à primeira-ministra para pedir que renuncie e passe à oposição", diz Yanukovich no site oficial de sua legenda, o Partido das Regiões.

Na página, o opositor também afirma que líderes democráticos sempre aceitam a vontade popular manifestada nas urnas e que, durante sua gestão, as relações com a Rússia e os países pós-soviéticos da Comunidade dos Estados Independentes serão prioridades.

"Estou disposto a me reunir o mais rápido possível com os líderes da Rússia, da União Europeia e dos Estados Unidos para estabelecer novas relações de trabalho. Para a Ucrânia, isto é muito importante", acrescenta na nota.

Yanukovich diz ainda que não pretende promover mudanças drásticas no sistema político ucraniano.

"Não terei pressa em realizar reformas políticas radicais. Só se vir que o sistema político existente não tem mais potencial. Se vir que ele freia as reformas, proporei à sociedade mudanças constitucionais", explicou.

Segundo dados da Comissão Eleitoral Central (CEC) da Ucrânia, apurados 100% dos votos, Yanukovich venceu as eleições presidenciais com uma vantagem de 3,48 pontos sobre Timoshenko.

Yanukovich e sua adversária tiveram o apoio de 48,95% e 45,47% dos eleitores, respectivamente. EFE bk/sc

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG