Presidente eleito anuncia gabinente no Panamá

Panamá, 10 mai (EFE).- O presidente eleito do Panamá, Ricardo Martinelli, anunciou hoje em um ato público a equipe de Governo com o qual assumirá o cargo no próximo dia 1º de julho.

EFE |

Martinelli, um milionário empresário novato em política, ganhou as eleições de 3 de maio no Panamá com a ideia de executar "uma verdadeira mudança" no país.

Os membros da equipe, segundo ele, são também "caras novas, figuras jovens e independentes para transformar o país".

Seu vice-presidente e já confirmado chanceler é, no entanto, Juan Carlos Varela, presidente do tradicional e conservador Partido Panamenhista, com o qual concorreu às eleições.

Alguns cargos de seu gabinete foram para colaboradores de campanha, como Jimmy Papadimitriu, seu chefe de equipe, próximo ministro da Presidência, e Guillermo Ferrufino, popular apresentador de televisão, nomeado ministro do Desenvolvimento Social.

Martinelli cumpriu sua promessa de incluir os "bons do PRD", membros do governante Partido Revolucionário Democrático, como Giselle Calcagno, que assumirá o Ministério da Micro, Pequena e Média Empresa.

O novo Governo anunciado, no qual só aparecem duas mulheres, não conta ainda com ministro da Educação, para o qual se cogita a famosa jornalista Lucy Molinar, destaque do canal de televisão do qual Martinelli é acionista.

Ricardo Martinelli, de 57 anos e fundador e presidente do Partido Mudança Democrática, liderou nas eleições uma aliança opositora na qual participaram além do Partido Panamenhista, o Partido Molirena e a União Patriótica, todos conservadores. EFE aic/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG