Presidente do Sudão pode ter ordem de prisão anunciada hoje

Haia, 4 mar (EFE).- O Tribunal Penal Internacional (TPI) anunciará hoje se aceita o pedido de ordem de prisão contra o presidente sudanês, Omar Hassan Ahmad al-Bashir, por seu papel na guerra de Darfur.

EFE |

O pedido foi feito em 14de julho pelo promotor-chefe do TPI , Luis Moreno Ocampo, que ontem disse ter "provas abundantes" contra Al-Bashir.

Ocampo quer levar o presidente sudanês ao tribunal internacional para processá-lo por genocídio e crimes de guerra e de lesa-humanidade em Darfur, onde o conflito que explodiu em 2003 matou 300 mil pessoas e obrigou 2,5 milhões a se refugiarem.

Caso seja aprovado o pedido do promotor, esta será a primeira vez que um tribunal internacional processa um chefe de Estado interino.

Embora, esteja no poder há quase 20 anos, este é o status de Al-Bashir, que tomou o poder no Sudão após um golpe militar que chefiou em 30 junho do 1989.

Segundo Ocampo, há três cenários possíveis.

Os juízes "podem rejeitar a solicitação" de detenção, cabendo apelação; "podem aceitá-la completamente; ou podem emiti-la aceitando somente algumas das acusações". EFE mr/jp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG