consternado por pedido de detenção de Bashir - Mundo - iG" /

Presidente do Senegal se diz consternado por pedido de detenção de Bashir

Dacar, 18 jul (EFE).- O presidente do Senegal, Abdoulaye Wade, se mostrou hoje consternado com a decisão do Tribunal Penal Internacional (TPI) de pedir a detenção do chefe de Estado do Sudão, Omar Hassan Ahmad al-Bashir, por genocídio.

EFE |

Para Wade, as acusações do promotor-chefe do TPI, Luis Moreno-Ocampo, contra Bashir podem "agravar a crise em Darfur e ocasionar um caos indescritível", afirma um comunicado divulgado hoje em Dacar.

Wade indica que decidiu se envolver pessoalmente "em busca de uma saída para a crise de Darfur" e solicita para o presidente sudanês que se aplique a normativa do TPI, que permite suspender um ano das investigações ou ações contra supostos crimes nos quais esse organismo é competente.

"Em direito, alguém é inocente até que se comprove sua culpa", destaca a nota do presidente senegalês, que se declara "consternado, mas não surpreso" com a decisão do TPI.

Ocampo pediu na segunda-feira passada uma ordem de detenção contra Bashir e vários de seus colaboradores por genocídio, crimes de guerra e de lesa-humanidade em Darfur, no oeste do Sudão, onde mais de 300 mil pessoas morreram em cinco anos de conflito. EFE st/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG