Presidente do Peru vai ao Chile para enviar ajuda humanitária

Lima, 2 mar (EFE).- O presidente do Peru, Alan García, viajará nesta terça a Santiago do Chile para supervisionar a entrega de ajuda humanitária e manifestar sua solidariedade ao povo chileno, após o terremoto de 8,8 graus na escala Richter que atingiu o centro e o sul do país vizinho.

EFE |

Garcia expressará a solidariedade de seu país ao povo e ao Governo do Chile, além de analisar a situação dos peruanos que foram afetados pelo terremoto.

O presidente viajará em um dos três aviões que levarão 30 toneladas de ajuda humanitária ao Chile, incluído um hospital de campanha, segundo o primeiro-ministro, Javier Velásquez Quesquén.

O Executivo peruano também fretará um Boeing 737 que levará médicos e enfermeiros.

Quesquén assinalou que a assistência responde ao pedido de ajuda realizado pelo Governo chileno, por isso descartou, por enquanto, o envio de pessoal de resgate.

Os três aviões chegarão até o aeroporto de Concepción, e depois levarão de volta os peruanos residentes no Chile que tenham sido diretamente afetados e desejam retornar a seu país.

O primeiro-ministro afirmou que, por enquanto, 50 peruanos solicitaram o retorno, enquanto dados recentes estimam que os peruanos afetados pelo abalo seriam aproximadamente 500. EFE mmr/fm

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG