Presidente do Peru fará intermediação entre Correa e Uribe

Lima, 30 abr (EFE).- O presidente do Peru, Alan García, aceitou ser mediador entre seus colegas do Equador, Rafael Correa, e da Colômbia, Álvaro Uribe, para restabelecer as relações diplomáticas entre ambos os países, informou hoje a titular do Parlamento Andino, Ivonne Baki.

EFE |

Baki indicou que García tentará possibilitar o diálogo entre Correa e Uribe durante a V Cúpula de Chefes de Estado da América Latina e Caribe e da União Européia (ALC-UE), que será realizada em Lima nos dias 16 e 17 de maio, informou a Rádio "Programas del Perú" ("RPP").

O Equador rompeu os laços com a Colômbia no dia 3 de março deste ano, dois dias após uma operação do Exército colombiano em seu território para atacar um acampamento das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc), na qual morreu o "número dois" dessa guerrilha, "Raúl Reyes".

A presidente do Parlamento Andino, que participa da reunião de parlamentares andinos e europeus, em Lima, destacou que se trabalhou para que as relações bilaterais se restabeleçam, mas admitiu que "ainda falta essa confiança".

A equatoriana Baki acredita que essa confiança bilateral poderá ser alcançada em uma reunião informal.

Por sua parte, o embaixador do Equador em Lima, Diego Ribadeneyra, declarou à agência estatal "Andina" que o líder peruano é "a pessoa ideal para propiciar uma aproximação que fomente a amizade e a integração, porque é amigo de ambos".

O presidente do Conselho de Ministros do Peru, Jorge del Castillo, declarou à rede "CNN", durante sua visita aos Estados Unidos, que García é "uma das pessoas mais indicadas no continente para lidar com uma solução desta natureza". EFE mmr/fb

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG