Presidente do partido do Governo renuncia ao cargo no México

México, 6 jul (EFE).- O presidente do governante Partido Ação Nacional (PAN), Germán Martínez, anunciou hoje sua renúncia ao cargo, um dia depois das eleições legislativas no México, em que sua organização sofreu uma forte derrota e perdeu a maioria na Câmara dos Deputados.

EFE |

"Minha gestão não alcançou o êxito esperado", disse Martínez ao reconhecer a derrota do PAN nas eleições de domingo, onde o grande vencedor foi o opositor Partido Revolucionário Institucional (PRI).

Martínez disse à imprensa que convocará uma reunião do Conselho Nacional do PAN para escolher seu sucessor em um prazo de 30 dias.

"Todos e cada um dos resultados eleitorais são de minha responsabilidade", afirmou.

"A derrota é o momento mais claro para demonstrar que no PAN há dignidade e ética da responsabilidade e cultura da renúncia. Anuncio que hoje tomei a decisão de renunciar à Presidência nacional do PAN", disse Martínez, um dos homens próximos ao presidente do México, Felipe Calderón.

De acordo com os resultados preliminares oficiais, que contabilizaram 98,8% dos votos, o PRI ganhou com 36,68% dos votos, contra 27,98% do PAN e o 12,2% do esquerdista Partido da Revolução Democrática (PRD).

Estes resultados, de acordo a cálculos de analistas, dariam ao PRI a maioria na Câmara dos Deputados com 243 cadeiras de um total de 500, e passa o PAN para o segundo lugar, com 140 assentos, o que representaria uma perda de 66 bancas para o partido. EFE gt/pd

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG