Presidente do Parlamento polonês preocupado com declarações de Kaczynski

O presidente da Câmara Baixa do Parlamento polonês Bronislaw Komorowski, se declarou surpreso e preocupado com o anúncio do presidente da Polônia, Lech Kaczynski, de que não assinará o Tratado europeu de Lisboa depois da rejeição dos eleitores irlandeses.

AFP |

"Esta declaração me surpreende e me preocupa, ainda mais levando em consideração que foi o próprio presidente que negociou o tratado", declarou Komorowski, um dos líderes do partido liberal Plataforma Cívica, do premier Donald Tusk, ao canal TVN24.

"No momento, a questão do tratado não tem sentido", afirmou na segunda-feira o presidente conservador ao jornal Dziennik.

O Parlamento polonês ratificou em abril o tratado, que pretende reformar o funcionamento das instituições européias. Porém, para ser definitiva, a ratificação deve receber a assinatura do presidente.

A desistência de Kaczynski representa um duro golpe aos esforços do presidente francês Nicolas Sarkozy, que pretendia, durante sua presidência semestral da UE que começa nesta terça-feira, limitar o problema da ratificação a Irlanda.

mc/fp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG