Presidente do Parlamento israelense compara Ahmadinejad a Hitler

Jerusalém - O presidente do Parlamento israelense (Knesset), Reuven Rivlin, enviou nesta terça-feira uma mensagem aos chefes dos Legislativos do mundo em que comparou o líder iraniano Mahmoud Ahmadinejad a Adolf Hitler.

EFE |

"O ódio expressado pelo presidente do Irã é uma advertência a toda humanidade: corremos o perigo de ver a repetição do Holocausto e isso será causado por pessoas como Mahmoud Ahamdinejad", diz a carta do presidente da Knesset.


Motoristas param por dois minutos de silêncio em Israel / Foto: AP

A mensagem destaca que hoje em Israel lembrou com respeito e luto as seis milhões de vítimas do genocídio nazista, dia em que todas as atividades foram paralisadas por dois minutos em memória dessas pessoas.

Em referência ao discurso do líder iraniano na conferência da ONU sobre racismo, em Genebra, Rivlin afirma que "73 anos depois dos Jogos Olímpicos de Berlim, o mundo foi testemunha do retorno de Adolf Hitler".

Reuters
Jovens observam fotos de judeus mortos no Holocausto

Segundo ele, "desta vez ele usa barba e fala persa, mas suas palavras são as mesmas, as aspirações são as mesmas e a determinação de buscar armas para alcançar essas ideias tem a mesma ameaçadora determinação", em alusão ao programa nuclear desenvolvido pelo Irã.

Na citada conferência, Ahmadinejad qualificou Israel de regime racista, palavras que geraram indignação do Estado judeu e de muitos outros países.

    Leia tudo sobre: holocausto

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG