Bagdá, 23 dez (EFE).- O Parlamento iraquiano se reunirá hoje para estudar a possível cassação de seu presidente, Mahmoud Mashadani, pelas queixas apresentadas por deputados de diferentes partidos, que o acusam de tratá-los mal e insultá-los em algumas sessões.

A Frente do Consenso Iraquiano, principal bloco sunita do Iraque e do qual Mashadani faz parte, divulgou hoje nota em seu site anunciando que apresentará um substituto.

"A FCI considerará a nomeação de qualquer um que queira ocupar o posto para apresentá-lo aos demais blocos no Parlamento", disse o porta-voz da formação, Salim Jabouri.

Deputados reclamaram da má educação de Mashadani durante as últimas duas sessões da Câmara, que discutiram a presença das tropas estrangeiras no Iraque - com exceção das americanas - a partir de 2009.

Na última reunião, realizada ontem, Mashadani brigou com parlamentares da Aliança Curda (AK), segundo maior bloco da Câmara.

Eles ameaçaram boicotar as sessões até que ele renuncie. EFE sy/dp

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.