cowboy de Obama - Mundo - iG" /

Presidente do Parlamento iraniano critica palavras de cowboy de Obama

O presidente do Parlamento iraniano, Ali Larijani, classificou de palavras de velhos cowboys americanos as declarações do presidente eleito dos Estados Unidos, Barack Obama, para quem o programa nuclear iraniano é inaceitável, informou a agência de notícia Isna, nesta quinta-feira.

AFP |

"Essas declarações parecem com os velhos 'cowboys' americanos (...) Se têm algo a dizer sobre o tema nuclear, digam-no. Por que agitar o pau?", questionou Larijani, em discurso durante visita a uma zona da província de Teerã.

"O novo presidente americano disse que era necessário tornar a vida dura para o Irã, porque tenta fabricar a arma atômica e porque apóia os terroristas do Hamas e do Hezbollah (...) Estamos orgulhosos de apoiar o Hezbollah, porque defende sua pátria, e vocês se enganam de classificá-los de terroristas", completou.

Larijani se referia ao apoio que o Irã dá ao movimento islamita palestino Hamas e ao movimento xiita libanês Hezbollah.

No domingo, em entrevista à emissora NBC, Obama defendeu "uma diplomacia dura, mas direta com o Irã". Também prometeu "uma série de cenouras e paus" para convencer Teerã a renunciar ao armamento nuclear.

O presidente eleito se referiu a incentivos econômicos e comerciais, mas também, caso o Irã não coopere, a um reforço das sanções internacionais contra Teerã.

Obama, que assumirá a presidência em 20 de janeiro, lembrou ao Irã que seu programa nuclear é "inaceitável", assim como seu apoio ao Hamas e ao Hezbollah e as "ameaças contra Israel".

Vários responsáveis iranianos, sobretudo, o ex-presidente Akbar Hachemi Rafsandjani, criticaram nos últimos dias as declarações de Obama.

Irã e Estados Unidos não mantêm relações diplomáticas desde 1980.

sgh/tt/LR

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG