Presidente do parlamento iraniano critica comentários de Obama

TEERÃ (Reuters) - O presidente do Parlamento do Irã criticou neste sábado o presidente eleito dos Estados Unidos, Barack Obama, por ele ter dito que o desenvolvimento de armamento nuclear pelo país islâmico seria inaceitável, e repetiu o clamor do governo iraniano por mudanças políticas fundamentais. Obama deve saber que a mudança de que ele fala é uma mudança de fundamentos e não de aparências ou táticas, disse Ali Larijani na rádio estatal.

Reuters |

Larijani, repercutindo a linha oficial do governo iraniano, pediu explicações a Obama quanto ao slogan de sua campanha sobre alterações na política externa dos EUA, incluindo mudanças em sua conduta em relação ao Irã.

"Repetir as objeções ao programa nuclear do Irã será dar um passo na direção errada."

Obama, na primeira entrevista à imprensa desde sua eleição, disse na sexta-feira que um esforço internacional deve ser realizado para impedir o desenvolvimento de armas nucleares no Irã, acrescentando que essa prática seria "inaceitável".

O Ocidente acredita que o programa de enriquecimento nuclear do Irã é destinado à construção de armamento atômico, fato negado por Teerã.

Larijani disse que o Irã não iria ceder a uma pressão internacional para abrir mão de seu direito à tecnologia nuclear.

"Você (Obama) deveria saber que vocês (os Estados Unidos) não podem impedir o Irã (de obter tecnologia nuclear)", segundo citações creditadas a Larijani divulgadas pela agência de notícias IRNA.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG