Presidente do Parlamento Europeu diz que UE deve atuar unida no Cáucaso

Berlim, 16 ago (EFE).- O presidente do Parlamento Europeu (PE), Hans-Gert Pöttering, pediu que a União Européia (UE) atue com coesão na crise do Cáucaso e não feche as portas a um eventual diálogo com a Rússia.

EFE |

"A UE tem que atuar unida, com determinação e, ao mesmo tempo, com disposição para dialogar com a Rússia", disse Pöttering na entrevista que o jornal alemão "Frankfurter Allgemeine Zeitung" publica amanhã.

Nas declarações à publicação, o presidente do PE adverte contra o isolamento da Rússia - "Não se pode isolar um membro do Conselho de Segurança da ONU" -, mas critica a atuação de Moscou no conflito.

Segundo Pöttering, a intervenção da Geórgia na Ossétia do Sul foi um erro grave, "mas, mais grave ainda, é a incursão de tropas russas no centro da Geórgia".

"Isso é uma violação grave do direito internacional, uma agressão contra um Estado independente", acrescentou. EFE ih/wr/sc

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG