Presidente do Paraguai substitui máximo chefe militar do país

Assunção, 19 nov (EFE).- O presidente do Paraguai, Fernando Lugo, substituiu hoje o comandante das Forças Militares, general Bernardino Soto Estigarribia, em uma decisão que se estenderá a uma dezena de altos comandantes do Exército, da Força Aérea e da Marinha.

EFE |

Lugo, em seu caráter de comandante-em-chefe das Forças Armadas, colocou nesse cargo o contra-almirante Cíbar Benítez Cáceres, que exercia a chefia da Armada (Marinha), em um ato realizado na Academia Militar, em Capiatá, a 25 quilômetros da capital Assunção.

Bernardino tinha sido designado há dois anos pelo então presidente Nicanor Duarte, sendo o único oficial que manteve o cargo na remodelação ordenada por Lugo uma semana após assumir o poder, no dia 15 de agosto de 2008.

Lugo, ex-bispo da diocese de São Pedro, centro, a região mais pobre do país, fez história nas eleições do dia 20 de abril, após colocar fim a 61 anos do Partido Colorado no poder.

"Nós sempre dizemos na Igreja que é difícil substituir alguém que com seu testemunho, com seu exemplo, deu mostras de serviço", asseverou o líder, pedindo aos chefes militares para manterem "a disciplina, a ética". EFE lb/ma

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG