Presidente do Paquistão irá renunciar, diz Financial Times

LONDRES (Reuters) - O presidente do Paquistão, Pervez Musharraf, irá renunciar para não enfrentar um impeachment do Parlamento, disse o jornal Financial Times em seu site nesta quinta-feira, citando autoridades do governo e uma pessoa próxima do líder. O jornal citou um membro do governo paquistanês não-identificado que dizia que um acordo havia sido feito entre Musharraf e membros do governo de coalizão recém-eleito.

Reuters |

Musharraf havia pedido permissão para se retirar para sua fazenda em Islamabad sem que ninguém o processasse, informou o Financial Times.

O jornal citou uma autoridade do governo que dizia que o Exército do Paquistão insistia que as exigências de Musharraf fossem atendidas.

Musharraf, um aliado dos Estados Unidos, tem sido pressionado pelo governo de coalizão do Paquistão, liderado pelo partido da ex-primeira-ministra assassinada Benazir Bhutto.

O ex-chefe do Exército, que tomou o poder em um golpe em 1999, está isolado no poder desde que seus aliados perderam as eleições de fevereiro.

(Reportagem de Jon Boyle)

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG