Presidente do Iraque descarta criação de Estado curdo no país

Ancara, 16 mar (EFE).- O presidente do Iraque, Jalal Talabani, descartou em Istambul a criação de um Estado curdo independente em território iraquiano, já que, segundo disse, a experiência seria um fracasso.

EFE |

Talabani, que é de origem curda e está na Turquia para participar do 5º Fórum Mundial da Água, inaugurado hoje, fez esta declaração ao jornal "Sabah".

Na entrevista que o diário publica nesta segunda-feira, o pressente iraquiano diz que é impossível conceber um grande Estado curdo, que causaria uma divisão entre o Iraque e a Turquia.

"Como se pode dividir a Turquia e o Iraque? É inconcebível. Seria necessária uma guerra mundial para isso", declarou Talabani, segundo quem, embora existam poemas curdos que façam menção a um Curdistão unido, não é possível "manter este sonho".

De acordo com o chefe de Estado iraquiano, um Curdistão independente rodeado por Turquia, Irã, Iraque e Síria (os quatro países em que atualmente vivem de 25 milhões a 28 milhões de curdos) não conseguiria sobreviver, já que suas fronteiras ficariam fechadas ao comércio exterior. EFE dt/sc

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG