PORTO PRÍNCIPE (Reuters) - O presidente do Haiti, René Préval, disse temer que milhares de pessoas tenham morrido após o forte terremoto que atingiu o país e que causou o desmoronamento do Parlamento, escolas e hospitais na capital. Em sua primeira entrevista desde o tremor da terça-feira, Préval disse ao jornal Miami Herald que o cenário na capital Porto Príncipe é inimaginável.

"O Parlamento desabou. O escritório de impostos desabou. Escolas desabaram. Hospitais desabaram", afirmou.

(Reportagem de Sandra Maler)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.