Presidente do Equador propõe um controle sobre a imprensa

O presidente do Equador, Rafael Correia, que prestou juramento nesta segunda-feira para um segundo mandato de quatro anos, propôs aos países da região que estabeleçam formas de controlar os excessos da imprensa.

AFP |

Correa, que prevê radicalizar sua política de teor socialista, discursou durante a cerimônia realizada na sede do Legislativo em Quito, na presença dos chefes de Estado que também participam na segunda cúpula da Unasul, a União das Nações Sul-americanas.

vel-sp/cn

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG