Presidente do Equador diz que OEA perdeu sua razão de ser

Tegucigalpa, 31 mai (EFE).- O presidente do Equador, Rafael Correa, expressou hoje em Honduras que a Organização dos Estados Americanos (OEA) perdeu sua razão de ser e que não tem muitas expectativas sobre a XXXIX Assembleia Geral desse organismo.

EFE |

Correa disse, após terminar uma reunião bilateral com seu colega de Honduras, Manuel Zelaya, que para os países da América Latina "já é hora de discutir o mesmo" e que "não é possível" que os assuntos latino-americanos sejam discutidos em Washington.

O presidente equatoriano questionou a "dupla moral" de organismos como a OEA, na véspera da XXXIX Assembleia Geral do organismo que será realizada na terça-feira e quarta-feira em San Pedro Sula, norte de Honduras.

Na opinião do governante sul-americano, a nova organização que se deve criar é a dos países latino-americanos, o que "já está quase feito" com "o Grupo do Rio".

"Já é hora de uma verdadeira independência de nossa região, já é hora para a América Latina de uma democracia representativa", enfatizou Correa na Casa Presidencial de Honduras.

A OEA deverá ter "uma morte" que segundo Correa, já não seria adiantada, mas "tardia". EFE gr/ma

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG