CAIRO (Reuters) - O presidente do Egito, Hosni Mubarak, se submeteu neste sábado, na Alemanha, a uma cirurgia na vesícula biliar, que foi bem-sucedida, informou a agência oficial do Egito, a Middle East News Agency. A agência reportou que o presidente sofreu uma operação bem-sucedida no sábado de manhã para remover a vesícula e estava na unidade de terapia intensiva do Hospital Universitário de Heidelberg, onde falava com os membros da família e sua equipe médica.

Mubarak, de 81 anos e no poder há quase três décadas, havia transferido o cargo temporariamente ao seu primeiro-ministro, enquanto estivesse sendo operado. Mubarak está no poder desde 1981 e não designou um sucessor, desencadeando especulações sobre quem o sucederá.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.