Presidente do Egito convida Ehud Barak para reunião

Jerusalém, 22 abr (EFE).- O presidente egípcio, Hosni Mubarak, convidou hoje o ministro da Defesa de Israel e líder do Partido Trabalhista, Ehud Barak, para uma reunião no Cairo.

EFE |

O convite foi feito a Barak pelo chefe do serviço de segurança egípcio Omar Suleiman, durante um encontro entre os dois esta tarde em Jerusalém.

Barak fez uma avaliação das relações egípcio-israelenses, sobre as quais disse "serem de uma importância estratégica".

Há três semanas, se completou o 30º aniversário do tratado de paz que Egito e Israel assinaram com a ajuda do ex-presidente dos Estados Unidos Jimmy Carter, e que sem ter conseguido uma paz entre seus povos mantém a fronteira comum totalmente pacificada.

O Egito é também um dos principais mediadores no conflito entre israelenses e palestinos.

Fontes da Defesa afirmaram que Barak e Suleiman se reuniram durante uma hora e meia e falaram de assuntos bilaterais e regionais, incluindo a situação em Gaza.

Homem de confiança de Mubarak, Suleiman faz uma visita-relâmpago a Israel para conhecer as posturas do novo Governo do primeiro-ministro Benjamin Netanyahu, com quem se reunirá esta noite.

A visita ganha especial importância por ser a primeira feita por um enviado egípcio a este país depois da que o ultradireitista Avigdor Lieberman assumiu o posto de chanceler de Israel.

Lieberman já fez declarações antiegípcias, como as que efetuou há alguns meses no Parlamento israelense (Knesset) ao "mandar para o inferno" o presidente do Egito, Hosni Mubarak.

O chanceler egípcio, Ahmed Aboul Gheit, disse no início do mês que não estenderia a mão ao ministro israelense e que ele não "porá um pé no Egito enquanto continuar com essa posição". EFE elb/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG