Cabul, 23 jan (EFE).- O presidente do Afeganistão, Hamid Karzai, celebrou hoje a decisão de seu colega americano, Barack Obama, de fechar a prisão da base naval de Guantánamo (em Cuba) no prazo de um ano, pois representa um passo positivo para atrair o apoio internacional na guerra contra o terrorismo.

Em comunicado emitido por seu escritório, Karzai expressou a confiança de que esta medida sirva para "incluir todas as nações" na luta contra o terrorismo.

Outra nota do gabinete presidencial afegão garantiu que Hillary Clinton ligou para Karzai após jurar o cargo como secretária de Estado americana.

Clinton garantiu a Karzai que "a cooperação entre Afeganistão e Estados Unidos continuará em todas as frentes", segundo o comunicado, que acrescentou que os dois conversaram sobre a luta antiterrorista e as relações entre os dois países. EFE lo/fal

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.