Presidente de Madagascar renuncia e passa poder a junta militar

Antananarivo, 17 mar (EFE).- O presidente de Madagascar, Marc Ravalomanana, renunciou hoje após quase dois meses de pressão do líder da oposição, Andry Rajoelina, que o acusou de desvio de dinheiro público e de violar a Constituição, e que se proclamou chefe de uma alta autoridade de transição para governar o país.

EFE |

Em comunicado no qual explica que sua decisão foi "difícil de tomar, mas necessária no interesse supremo da nação", Ravalomanana dissolveu seu Governo por decreto e passou o poder a um diretório militar dirigido pelo oficial mais antigo e de maior grau dentro das Forças Armadas de Madagascar. EFE fr/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG