Tegucigalpa, 5 mai (EFE).- O presidente de Honduras, Porfirio Lobo, disse hoje que, se houver problema, não irá a Madri para a reunião de líderes de América Latina e União Europeia (UE), marcada para os próximos dias 17 e 18 de maio.

Tegucigalpa, 5 mai (EFE).- O presidente de Honduras, Porfirio Lobo, disse hoje que, se houver problema, não irá a Madri para a reunião de líderes de América Latina e União Europeia (UE), marcada para os próximos dias 17 e 18 de maio. "Deixamos isso à consideração da Espanha. Não vamos ser nenhum elemento a gerar conflitos, não há necessidade disso, estamos para fazer o que digam, que prudentemente permita que, em vez de conflitos, se gere harmonia nesses eventos. Portanto, se houver problema, não vamos", afirmou Lobo. EFE gr/rr

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.