Presidente de Fiji derruba Constituição e assume poder absoluto

Sydney (Austrália), 10 abr (EFE).- O presidente de Fiji, Ratu Josefa Iloilo, derrogou hoje a Constituição e assumiu todos os poderes no país, em resposta à nova crise política nesta pequena nação do Pacífico Sul.

EFE |

Em mensagem à população, Iloilo indicou que também nomeará um primeiro-ministro interino em substituição a Frank Bainimarama, chefe das Forças Armadas que chegou ao poder em 2006 por meio de um golpe de Estado.

"Confirmo que derroguei a Constituição de 1997 e me tornei chefe de Estado da nova ordem", disse.

As medidas de Iloilo acontecem um dia depois de o Tribunal de Apelações declarar ilegal a dissolução do Governo do ex-primeiro-ministro Laisenia Qarase no golpe liderado por Bainimarama.

Após o anúncio oficial, Bainimarama também se dirigiu à população pela TV estatal, para explicar que tinha comunicado ao presidente sua decisão de acatar a ordem do Tribunal, embora tenha indicado que continuaria no comando das Forças Armadas.

A Constituição derrogada por Iloilo concedia ao presidente um mero papel protocolar nos assuntos de Estado, e estabelecia que o poder para governar estaria nas mãos do primeiro-ministro e de seu Gabinete.

Em seu discurso, Iloilo anunciou ainda a realização de eleições gerais em 2014, uma das recomendações feitas na véspera pelo Tribunal de Apelações ao ditar sua decisão. EFE mg/mh

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG