San Salvador, 8 set (EFE).- O presidente de El Salvador, Mauricio Funes, viajou hoje ao Brasil para realizar uma visita oficial de dois dias por meio da qual pretende estreitar a aliança de seu Governo com o de seu colega Luiz Inácio Lula da Silva.

A Presidência de El Salvador disse em comunicado que Funes viajará "em busca de cooperação e do fortalecimento das relações entre os dois países", assim como para estimular o comércio bilateral com o Brasil e atrair investimentos.

Funes, que completa hoje 100 dias de mandato em El Salvador, visitou recentemente a presidente do Chile, Michelle Bachelet, e viaja agora pela segunda vez ao Brasil. Antes, o governante salvadorenho tinha vindo em março, logo após ser eleito.

Segundo a agenda oficial, Funes será recebido amanhã no Palácio de Itamaraty, em Brasília, por Lula, com quem terá uma reunião privada.

Posteriormente, as comitivas de ambos os países terão um encontro ampliado, após o qual está prevista a assinatura de uma declaração conjunta.

Segundo a Presidência salvadorenha, Funes espera assinar alguns acordos de cooperação técnica, entre eles um de apoio tecnológico em agricultura.

Além disso, deve haver um acordo na área de saúde para facilitar a compra de remédios genéricos e outro com o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) para o fortalecimento do Banco Multisectorial de Inversiones (BMI).

Na quinta-feira, Funes vai a São Paulo, onde terá uma reunião de trabalho e comparecerá a um almoço oferecido pela Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp).

O presidente salvadorenho viaja acompanhado por sua esposa, Vanda Pignato, que é brasileira, e por seu ministro das Relações Exteriores, Hugo Martínez, entre outros membros do alto escalão do Governo do país. EFE lb/bba

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.