Presidente da Ucrânia diz que seu país não será atacado pela Rússia

O presidente ucraniano, Viktor Yushchenko, declarou ao jornal The Times, em claro tom de desafio, que seu país não será alvo de um ataque russo como a Geórgia.

AFP |

"É a primeira vez na Europa desde a Guerra Fria que um exército estrangeiro invade o território de um Estado soberano sem o aval de um mandato jurídico internacional", disse Yuschenko. A entrevista será publicada na edição de sábado.

Para o presidente, a crise no Cáucaso demonstrou que a Otan precisa ser ampliada em direção ao Leste Europeu, e que a Ucrânia deve aumentar seus gastos com a defesa.

"A Ucrânia deve avançar para a aliança da Otan. É a única maneira que nosso país tem de proteger sua segurança nacional e sua soberania", argumentou.

"Quando as fronteiras da Otan se expandem, também os limites da paz e da estabilidade se expandem", disse Yushchenko, pedindo uma "resposta sólida e adequada" dos dirigentes europeus contra a Rússia.

Moscou retirou a maior parte de suas tropas da Geórgia nesta sexta-feira, embora soldados russos ainda ocupem postos chave dentro do país. Os Estados Unidos mantêm uma forte pressão para que os russos concluam a retirada total do território georgiano.

kah/ap/fp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG