Presidente da Suprema Corte paquistanesa reassume função

O presidente da Suprema Corte do Paquistão, o juiz Iftikhar Chaudhry, destituído em 2007 pelo regime militar, retornou ao cargo neste domingo, como prometera o governo após os protestos da magistratura e da oposição.

AFP |

Advogados e civis se reuniram diante da residência do juiz para celebrar o retorno de Chaudhry.

O juiz começou a trabalhar de modo imediato e aprovou a lista de tarefas da Corte para a semana e programando a audiência de casos pendentes, em um país com mais de 1,2 milhão de processos parados, 17.000 delse na Suprema Corte.

O retorno do magistrado era exigido desde sua destituição há dois anos. Para os advogados e os partidos de oposição, Chaudhry virou um símbolo da justiça independente.

Ele foi afastado do poder depois de ordenar uma investigação sobre dezenas de desaparecidos supostamente em ações dos serviços de segurança, o que desagradou o então chefe de Estado, Pervez Musharraf, que assumira o poder em um golpe de Estado em 1999.

Musharraf temia que a justiça impedisse sua candidatura à eleição presidencial, por ser ao mesmo tempo o comandante das Forças Armadas.

A reabilitação do juiz era uma das promessas eleitorais do Partido do Povo Paquistanês (PPP), que venceu as legislativas de fevereiro de 2008.

sz/fp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG