Presidente da Somália demite premier, que não aceita

O presidente da Somália, Abdullahi Yusuf Ahmed, anunciou neste domingo a demissão do primeiro-ministro Nur Hassan Hussein e de seu gabinete, uma determinação que o chefe de Governo rejeitou por considerar contrária à lei.

AFP |

"Demiti o primeiro-ministro e seu governo e nomearei um novo primeiro-ministro em alguns dias", afirmou Yusuf em uma entrevista coletiva em Baidoa, oeste do país.

"O governo de Nur Hassan Hussein era incapaz de fazer seu trabalho e sou obrigado a salvar o país", justificou.

Em entrevista à AFP, Nur Hassan Hussein afirmou que o presidente não tem o poder para tomar esta decisão.

"O presidente falou em seu tom habitual, contrário às leis e às normas. Ele não tem capacidade de cessar o primeiro-ministro do governo federal de transição".

De acordo com as leis somalis, o presidente não tem poderes para demitir o premier e precisa do apoio do Parlamento para uma medida deste tipo.

Nur Hassan Hussein foi nomeado em novembro de 2007, mas nos últimos meses tem travado uma batalha com o presidente, especialmente pela tentativa de reconciliação com a oposição liderada pelos islamitas.

str-amu/fp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG