Presidente da Somália acusa Eritreia de armar insurgentes

O presidente somali, Sharif Sheikh Ahmed, acusou nesta quarta-feira a Eritreia de armar os insurgentes islamitas que prometeram derrubar seu governo.

AFP |

"Sabemos com certeza que a maioria das armas nas mãos dos insurgentes vem da Eritreia. Sabemos que os oficiais eritreus vêm aqui e trazem dinheiro. A Eritreia está envolvida", afirmou Ahmed em uma entrevista coletiva em Mogadíscio.

A União Africana (UA) já pediu ao Conselho de Segurança da ONU a adoção de sanções contra o governo de Asmara, denunciando seu apoio aos insurgentes islamitas somalis.

Em 7 de maio, os insurgentes lançaram uma ofensiva sem precedentes em Mogadíscio, liderada pela milícia "Hezb al-Islamiya", do clérigo radical xeque Hassan Dahir Aweys, e os radicais islâmicos shebab, com o objetivo de derrubar Sharif, um islamita moderado eleito em janeiro.

eg-sn/fp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG