Presidente da OSCE pede fim da violência na Ossétia do Sul

O presidente de turno da Organização para a Segurança e a Cooperação na Europa (OSCE), o ministro de Exteriores finlandês, Alexander Stubb, pediu hoje o fim da violência na região da Ossétia do Sul, na Geórgia, e convidou as partes a se reunir em Helsinque para negociar uma solução pacífica.

EFE |

Stubb falou hoje por telefone com o presidente da Geórgia, Mikhail Saakashvili, para transferir sua preocupação com os últimos confrontos armados entre tropas georgianas e os separatistas pró-russos da Ossétia do Sul.

O presidente da OSCE conversou também por telefone com o alto representante para a Política Externa e de Segurança Comum da União Européia (UE), Javier Solana, com quem analisou a situação na região.

Em comunicado, Stubb anunciou que vai interromper suas férias na Itália e que viajará "em breve" à Geórgia para continuar os esforços diplomáticos no terreno junto ao enviado especial da OSCE no Cáucaso, o finlandês Heikki Talvitie.

"Hoje, vamos tentar que haja um contato direto (entre as partes).

É necessário conseguir o cessar-fogo", declarou Talvitie à televisão finlandesa "Yle" antes de partir de Helsinque rumo a Tbilisi.

A última tentativa de mediação da OSCE fracassou na quinta-feira à tarde, horas antes de as tropas georgianas iniciarem a ofensiva militar sobre a região separatista da Ossétia do Sul.

    Leia tudo sobre: georgia

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG