Presidente da Nigéria retorna ao país após visita à Arábia Saudita

Lagos, 6 set (EFE).- O presidente da Nigéria, Umaru YarAdua, cuja saúde se tornou recentemente uma fonte de preocupação para seus concidadãos, retornou hoje ao país após uma visita de 17 dias à Arábia Saudita, onde, segundo a versão oficial, peregrinou a Meca.

EFE |

A imprensa local afirma, no entanto, que o chefe de Estado nigeriano, que tem uma doença renal crônica, foi à Arábia Saudita receber atendimento médico.

Em 31 de agosto, o jornal nigeriano "Leadership" afirmou inclusive que Yar'Adua estava sendo submetido a um transplante de rim em um hospital perto da Meca, no oeste do país.

Como naquela ocasião, a Presidência nigeriana não quis hoje fazer comentários sobre a viagem do líder, exceto para informar que o avião que o trouxe de volta aterrissou no aeroporto de Abuja, a capital federal da Nigéria, às 3h10 (23h10 de Brasília da sexta-feira).

Apesar das informações sobre a deterioração da saúde de Yar'Adua, os membros de seu gabinete insistem em que o presidente nigeriano viajou à Arábia Saudita por motivos religiosos, o que levou a seus críticos a acusá-lo de "enganar os nigerianos". EFE da/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG