Presidente da Lituânia apresenta conservador para candidato a premiê

Vilnius, 25 nov (EFE).- O presidente da Lituânia, Valdas Adamkus, apresentou hoje ao Seimas (Parlamento) a candidatura de Andrius Kubilius, líder da conservadora União pela Pátria (UP), para o posto de primeiro-ministro deste país báltico.

EFE |

"Confio neste político e peço ao Seimas que apóie sua candidatura", disse o chefe do Estado, ao discursar na primeira sessão plenária do novo Legislativo, eleito em dois turnos eleitorais em outubro.

A formação liderada por Kubilius, de 51 anos e que já foi primeiro-ministro do país em 1999 e 2000, obteve no pleito 44 cadeiras do total de 141 que formam o Parlamento lituano.

Adamkus destacou a confiança popular expressada à UP nas urnas e elogiou Kubilius por ter definido rapidamente a formação de uma coalizão governante, de centro-direita, com outras três forças políticas do país.

"Tudo isso traz esperanças de que o novo Governo será também eficaz, pois a Lituânia, diante da crise, precisa de medidas decisivas e concretas", disse o presidente, que ressaltou que a primeira tarefa do Executivo será elaborar o orçamento de 2009.

Acrescentou que o Governo deve "enfrentar dois desafios: preservar a estabilidade financeira e enlaçar as medidas empreendidas com a reforma do setor público".

Segundo a legislação, o Seimas tem uma semana para se pronunciar sobre a candidatura do primeiro-ministro, mas os dirigentes da Câmara e da nova coalizão governante querem acelerar o procedimento e realizar a votação na próxima quinta-feira. EFE vai-si/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG