Presidente da Inguchétia, ferido em atentado suicida, é operado com sucesso

Moscou, 22 jun (EFE).- O presidente da Inguchétia, Yunus-bek Yevkurov, ferido hoje em um atentado suicida com bomba, foi operado com sucesso, informaram fontes oficiais dessa república do norte do Cáucaso russa vizinha da Chechênia.

EFE |

"Yevkurov foi operado no fígado. Tinha um ferimento feito por um estilhaço. Já terminou (a operação). Segundo palavras dos médicos, a operação foi bem-sucedida", disse à agência oficial russa "RIA Novosti" o porta-voz do presidente, Kaloi Ajilgov.

Acrescentou que o estado de Yevkurov após a intervenção cirúrgica é estável.

Pouco antes, um dos médicos que atendeu o presidente disse à "RIA Novosti" que ele também apresentava um ferimento na têmpora, trauma cerebral e queimaduras.

"Nas próximas horas Yevkurov será levado em avião a Moscou onde seguirá tratamento", disse o doutor.

A Promotoria da Inguchétia informou que o atentado contra Yevkurov foi perpetrado por um terrorista suicida.

"Durante a passagem da comitiva do presidente da Inguchétia pela estrada Kavkaz um terrorista suicida, que estava em um automóvel, detonou uma bomba colocada no veículo", assinala um comunicado oficial da Promotoria.

A nota diz que o motorista do automóvel do presidente inguche morreu no local e que dois de seus guarda-costas ficaram feridos.

Outra fontes assinalaram que no atentado também ficou ferido o irmão mais novo de Yevkurov, Uvais, o que por enquanto não foi confirmado pela Promotoria inguche. EFE bsi/ma

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG