Tamanho do texto

Moscou, 22 jun (EFE).- O presidente da Inguchétia, Yunus-bek Yevkurov, ferido hoje em um atentado suicida com bomba, foi operado com sucesso, informaram fontes oficiais dessa república do norte do Cáucaso russa vizinha da Chechênia.

"Yevkurov foi operado no fígado. Tinha um ferimento feito por um estilhaço. Já terminou (a operação). Segundo palavras dos médicos, a operação foi bem-sucedida", disse à agência oficial russa "RIA Novosti" o porta-voz do presidente, Kaloi Ajilgov.

Acrescentou que o estado de Yevkurov após a intervenção cirúrgica é estável.

Pouco antes, um dos médicos que atendeu o presidente disse à "RIA Novosti" que ele também apresentava um ferimento na têmpora, trauma cerebral e queimaduras.

"Nas próximas horas Yevkurov será levado em avião a Moscou onde seguirá tratamento", disse o doutor.

A Promotoria da Inguchétia informou que o atentado contra Yevkurov foi perpetrado por um terrorista suicida.

"Durante a passagem da comitiva do presidente da Inguchétia pela estrada Kavkaz um terrorista suicida, que estava em um automóvel, detonou uma bomba colocada no veículo", assinala um comunicado oficial da Promotoria.

A nota diz que o motorista do automóvel do presidente inguche morreu no local e que dois de seus guarda-costas ficaram feridos.

Outra fontes assinalaram que no atentado também ficou ferido o irmão mais novo de Yevkurov, Uvais, o que por enquanto não foi confirmado pela Promotoria inguche. EFE bsi/ma