Presidente da Igreja Protestante é detida embriagada ao volante na Alemanha

Berlim, 23 fev (EFE).- A presidente do Conselho da Igreja Evangélica na Alemanha (EKD) e bispo de Hannover, Margot Kässmann, foi detida quando dirigia embriagada pelas ruas de sua cidade, segundo confirmou hoje um porta-voz da promotoria da capital da Baixa Saxônia, ao norte de Alemanha.

EFE |

A máxima representante dos 25 milhões de fiéis da igreja protestante e luterana na Alemanha foi detida na noite de sábado, após passar um sinal fechado em seu veículo oficial, reconheceu hoje também um porta-voz da EKD.

Conforme o promotor e porta-voz da promotoria, Jürgen Lendeckel, a análise de sangue realizada em Margot Kässmann deu níveis de 1,54 miligramas de álcool no sangue, por isso que ela teve a carteira de motorista apreendida e será processada por atentar contra a segurança do trânsito.

A presidente da EKD e bispo de Hannover reconhece ter "consciência do perigo e da irresponsabilidade que é dirigir sob os efeitos do álcool. Por isso, assumirá todas as consequências legais". EFE jcb/dm

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG