Presidente da Geórgia apóia plano para a Ossétia do Sul

TBILISI (Reuters) - O presidente da Geórgia, Mikheil Saakashvili, disse na segunda-feira que apóia um plano de retorno à posição anterior ao conflito na Ossétia do Sul, proposta feita durante uma conversação com um enviado europeu. Além disso, uma força de paz conjunta seria enviada à região, que seria monitorada pelo maior órgão de segurança da Europa. Assinamos um plano dizendo que o status quo antes do conflito deve ser restaurado, disse Saakashvili a repórteres, depois de conversar com o ministro das Relações Exteriores francês, Bernard Kouchner.

Reuters |

'Com o monitoramento da OSCE (Organização para a Segurança e Cooperação na Europa), haverá uma força de paz mista e deveria haver... um fim às hostilidades. Nós concordamos totalmente com todas essas coisas'.

O presidente da Rússia, Dmitry Medvedev sugeriu enviar uma missão da OSCE para a Ossétia do Sul, informou o Kremlin.

(Por Ron Popeski)

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG