Presidente da Geórgia afirma que há perigo de guerra com Rússia

A Geórgia e a Rússia ficaram próximos de uma guerra nos últimos dias e a ameaça persiste, declarou nesta quinta-feira o presidente georgiano Mikhail Saakashvili, citado por agências de notícias.

AFP |

"Acredito que há vários dias estivemos próximos de uma guerra com a Rússia e ela persiste", disse Saakashvili na cidade georgiana de Batumi, citado pelas agências russas RIA Novosti e Interfax.

"Se alguém quer anexar uma parte da Geórgia, isso terá, inevitavelmente, conseqüências no Cáucaso norte", advertiu Saakashvili, em alusão ao sentimento separatista nas repúblicas do Cáucaso russo como a Chechênia.

Mais cedo, o "ministério" da Defesa da Abkhazia, região separatista pró-russa, afirmou que a sua defesa aérea havia derrubado outro avião-espião sem piloto (dron) georgiano que sobrevoava seu território.

"Outro avião-espião georgiano foi derrubado pela defesa aérea da Abkhazia", indicou o vice-ministro da Defesa, Anatoly Zaitsev.

Contudo, em Tbilisi, o ministro georgiano do Interior, Chota Utiashvili, desmentiu que um dron tenha sido abatido.

"Não é verdade, nenhum avião georgiano sobrevoou hoje a Abkhazia", afirmou.

As autoridades da Abkhazia asseguraram no domingo passado que haviam abatido dois drones georgianos, informação também desmentida por Tbilisi.

bur-mm/fb/fp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG