Presidente da Assembleia da ONU pede relator especial para Honduras

La Paz, 29 ago (EFE).- O presidente da Assembleia Geral das Nações Unidas, Miguel DEscoto, anunciou hoje na Bolívia que solicitou a nomeação de um relator especial para acompanhar a situação dos direitos humanos em Honduras, após o golpe de estado nesse país.

EFE |

"Solicitei ao Conselho de Direitos Humanos em Genebra que nomeie um relator especial sobre os direitos humanos em Honduras e como o Governo de fato está atropelando esse povo irmão por exigir que se respeite a Constituição", disse D'Escoto, em entrevista coletiva oferecida em La Paz.

Manuel Zelaya foi derrubado em 28 de junho, quando as Forças Armadas de seu país o capturaram e o expulsaram para a Costa Rica.

Depois, o Congresso hondurenho aprovou a destituição e nomeou como presidente Roberto Micheletti, até então titular dessa Câmara.

O presidente da Assembleia Geral da ONU, que foi ministro de Exteriores da Nicarágua entre 1979 e 1990 durante o primeiro Governo sandinista, disse hoje que é "difícil compreender que militares que foram sempre empregados do império (em alusão aos EUA) se atrevam a fazer algo sem o apoio do império".

O Governo do presidente boliviano, Evo Morales, e o do venezuelano, Hugo Chávez, também acusaram os Estados Unidos de ter favorecido o golpe de estado em Honduras através do Comando Sul.

No entanto, desde o momento em que aconteceu o golpe, a Administração do presidente americano, Barack Obama, reconheceu Zelaya como o único "presidente constitucional" de Honduras.

A respeito, D'Escoto disse hoje que "nem tudo o que é feito nos EUA passa pela aprovação do presidente, menos ainda quando está há pouco tempo no Governo".

O representante, que chegou a La Paz para declarar Morales como "Herói Mundial da Mãe Terra", reiterou suas críticas ao acordo militar entre Colômbia e EUA, ao indicar que o mesmo "não concorda" com a mudança prometida por Obama.

Temos que ficar sempre atentos e lutando pela causa da paz", concluiu. EFE gb/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG