Tamanho do texto

Bogotá, 21 jun (EFE).- O presidente colombiano Álvaro Uribe, reiterou hoje sua disposição de chegar a um acordo humanitário com as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc), após conhecer as provas de vida do deputado Sigifredo López, em poder dessa guerrilha desde 2002.

"O Governo deu todas as mostras de querer o acordo humanitário", disse Uribe, afirmando que é a Igreja Católica e os dois delegados europeus, os autorizados para antecipar contatos com as Farc para a troca.

Ele lembrou que, a França disse esta semana que tinha novos contatos com as Farc e que "foram autorizados pelo Governo". EFE ocm/ma