Bogotá, 30 ago (EFE).- O presidente colombiano, Álvaro Uribe, está infectado com o vírus AH1N1, confirmaram hoje fontes oficiais.

Enquanto em Medellín (noroeste), o secretário de Informação e Imprensa da Presidência da República, César Mauricio Velásquez, lia um comunicado oficial no qual se informava de que Uribe tem o vírus, em Bogotá fontes do Instituto Nacional de Saúde (INS) confirmaram o diagnóstico.

Segundo as fontes, Uribe apresentou os primeiros sintomas na sexta-feira quando retornava da Cúpula Extraordinária da União de Nações Sul-americanas (Unasul), que aconteceu em Bariloche, na Argentina, mas deve ter contraído a doença alguns dias antes.

Os sintomas pioraram no sábado quando Uribe presidiu um conselho comunitário de Governo na localidade de Puerto Carreño, no leste do país e precisou receber atendimento médico.

A evolução da doença requer tratamento em nível domiciliar e são aplicados "protocolos de manejo clínico", segundo a informação oficial.

A Presidência colombiana disse também no comunicado lido por Velásquez, que se informou, "através dos canais diplomáticos", aos que participaram da cúpula da Unasul "para que adotem as medidas correspondentes".

O presidente colombiano viajou no mesmo avião com os ministros das Relações Exteriores, Jaime Bermúdez, e de Defesa, Gabriel Silva; o comandante das Forças Militares, general Freddy Padilla, o próprio Velásquez e vários jornalistas.

Até agora, 29 pessoas morreram no país em decorrência do vírus, segundo fontes do Ministério da Proteção Social e do INS. EFE rrm/db

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.