Presidente chinês Hu Jintao viaja a Sichuan para consolar vítimas

Pequim, 16 mai (EFE).- O presidente da China, Hu Jintao, partiu esta manhã com destino à província sudoeste de Sichuan para consolar as vítimas e inspecionar os trabalhos de resgate do pior terremoto registrado na China nas últimas três décadas, informou a agência oficial Xinhua.

EFE |

Na região, para onde também se transferiu, logo após o terremoto, o primeiro-ministro Wen Jiabao, o presidente deverá visitar as tropas e o pessoal médico que trabalham 24 horas nas operações de resgate na zona do epicentro, na Prefeitura de Aba e no distrito de Wenchuan.

As autoridades chinesas reagiram de forma muito rápida perante a catástrofe, com mais de 130.000 soldados do Exército e forças de segurança trabalhando na região.

Segundo os últimos dados das autoridades provinciais, calcula-se que mais de 50.000 pessoas morreram, das quais 20.000 mortes já foram confirmadas; enquanto os soterrados chegam a 12.000 os feridos ultrapassam os 102.000.

O terremoto, de uma intensidade de 7,8 graus na escala Richter, aconteceu na segunda-feira às 14h28 do horário local e sacudiu toda a China, com uma gravidade comparada com o terremoto de Tangshan (ao nordeste de Pequim), em 1976, no qual morreram 240.000 pessoas. EFE mz/fb

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG