SANTIAGO (Reuters) - O presidente chileno, Sebastián Piñera, anunciou nesta sexta-feira a criação de um fundo de reconstrução após o terremoto de 27 de fevereiro, que se financiará com austeridade no gasto, fundos soberanos, futuros rendimentos do cobre e possíveis créditos externos. Vamos criar um fundo de reconstrução para financiar este plano de desenvolvimento. Este fundo vai se alimentar de muitas fontes, disse Piñera em entrevista coletiva.

Piñera afirmou que o terremoto de magnitude 8,8 que sacudiu o Chile há duas semanas deixou mais de 500 mortos identificados e danos patrimoniais estimados de maneira preliminar em 30 bilhões de dólares.

(Reportagem de Antonio de la Jara)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.