Buenos Aires, 23 jul (EFE).- A presidente argentina, Cristina Fernández de Kichner, participou hoje de seu primeiro ato público após a renúncia de Alberto Fernández, seu chefe de Gabinete, mas não fez nenhuma referência ao momento turbulento na política do país.

Fernández era chefe de Gabinete desde 2003 e apresentou hoje sua renúncia pelo desgaste causado pelos quatro meses de conflito entre o Governo e o setor agropecuário. A presidente o substituiu nesta terça por Sergio Massa.

O pedido de renúncia foi feito poucos dias do veto do Senado polêmico sistema de impostos às exportações de grãos, causa do conflito com o campo. O assunto também não foi citado publicamente pela presidente. EFE mar/plc

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.