Presidente argentina não assistirá à posse de Dilma

Presidente será representada pelo chanceler, Héctor Timerman, informaram à Agência Efe fontes oficiais.

EFE |

A presidente argentina, Cristina Fernández de Kirchner, não assistirá no sábado à posse da presidente eleita no Brasil Dilma Rousseff, e será representada pelo chanceler, Héctor Timerman, informaram à Agência Efe fontes oficiais.

As fontes consultadas evitaram falar sobre os motivos que levaram Cristina a descartar vir à posse de Dilma, mas ressaltaram que a Argentina estará presente através de seu chanceler, que viajará acompanhado pelo secretário de Política Latino-Americana, Diego Tettamanti.

O anúncio de Cristina causou surpresa entre a imprensa local, pela relação de proximidade que ela sempre manteve com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Após a vitória de Dilma no segundo turno das eleições presidenciais em outubro, Cristina a felicitou.

Os chefes de Estado de Bolívia, Guatemala, Paraguai, Uruguai e Venezuela, a secretária de Estado americana, Hillary Clinton, e o Príncipe Felipe da Espanha foram alguns dos que confirmaram presença na posse de Dilma. 

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG