Buenos Aires, 6 jan (EFE).- A presidente argentina, Cristina Fernández de Kirchner, pediu hoje o afastamento do titular do Banco Central, Martín Redrado, em meio a uma polêmica pela decisão da chefe de Estado de usar reservas da autoridade monetária para pagar dívidas soberanas este ano.

EFE alm/an

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.